Acesso restritoCONSULTAS SCPC

 

Comércio nova-limense está otimista com a aproximação do Dia dos Namorados

Comércio nova-limense está otimista com a aproximação do Dia dos Namorados

Segundo pesquisa desenvolvida pela Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Nova Lima (ACISNL), a expectativa entre os lojistas para a data é boa, mesmo tendo em vista a atual situação econômica do país; o ticket médio deve variar entre R$ 50 e R$ 100

A Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Nova Lima (ACISNL) quer reter para a economia local os investimentos da população nova-limense em presentes para o Dia dos Namorados. Por isso, está chamando a atenção dos moradores para as opções disponíveis no comércio da cidade para deixar a data ainda mais especial.

Para colocar em evidência os atrativos oferecidos pelo varejo, a entidade desenvolveu uma campanha institucional que tem como mote chamar a população para a força do comércio nova-limense. "Convivemos, por muito tempo, com a retração da população em consumir na cidade, já que estamos bem próximos da capital. Entretanto, estamos observando que, cada vez mais, os consumidores estão optando por comprar em Nova Lima, já que as opções de produtos estão variadas e com preços bem competitivos. Sem falar da comodidade, claro, de achar tudo, bem pertinho de casa", afirma a presidente da ACISNL, Tatiane Verônica Ribeiro.

De acordo com o último levantamento realizado pela ACISNL, a cidade reúne 7.388 empresas, distribuídas entre os setores do comércio, indústria e serviço. O segmento do varejo é composto por cerca de mil lojas que oferecem artigos de vestuário, calçados, perfumaria, eletroeletrônicos, eletrodomésticos, entre outros.

Segundo pesquisa desenvolvida pela entidade, a expectativa entre os lojistas para a data é otimista, mesmo tendo em vista a atual situação econômica do país. O ticket médio deve variar entre R$ 50 e R$ 100.

A empresária Aparecida Viol, proprietária da Viol Flores, fundada há quatro anos, investiu cerca de 10% a mais em seu estoque já pensando na procura pelos produtos para a data. "Nossas opções são, na maioria das vezes, perecíveis, isto é, têm prazo de validade. Por isso, os moradores que optam pelo romantismo, preferem comprar no comércio local ao invés de saírem da cidade à procura desse tipo de presente", afirma.

A loja tem como carro-chefe para a ocasião o buquê de rosas, entretanto, Aparecida aposta também nas pelúcias como segunda opção mais procurada para presentear, por isso, ampliou o leque de opções do produto. A empresária incrementou ainda o estoque com cestas de chocolate e de café da manhã. "Preparamos atrativos especiais para compor os presentes e deixá-los ainda mais bonitos como telas, laços e fitas diferenciadas", explica.

O comerciante Ricardo Dieguez Oliveira, da Dieguez e Oliveira, loja especializada em roupa masculina, instalada há 13 anos em Nova Lima, espera um acréscimo de 25% a 30% no faturamento deste ano em relação a 2014 com a data. "Ano passado, o Dia dos Namorados coincidiu com o início da Copa do Mundo, por isso, o varejo perdeu muito, pois o foco era outro".

Segundo Ricardo, para este ano, as expectativas para o seu negócio são boas tendo em vista ainda o clima que esfriou e se torna um convite para o consumo de peças como jaquetas e camisas de manga comprida o que pode levar ao crescimento no valor do ticket médio. "Para nós que ofereceremos estes artigos, a data é um excelente momento para ampliarmos nossos lucros", afirma.

Por Sabrina Beckler


<< Voltar


CURSOS E EVENTOS


Veja todos


PARCEIROS